História de Selbach

Na época de 1897 até 1915, surgiram progressivamente os primeiros núcleos agrícolas no Município de Carazinho. Chegado em 15 de Novembro de 1889, o regime republicano, as férteis terras de Carazinho, importavam gêneros alimentícios, desde que a agricultura estava relegada a plano secundário, devido à extinção da escravatura e a implantação conseqüente da pecuária. A Revolução Federalista 1893 agravou a situação. A insegurança pessoal, requisição de gêneros, o arbítrio, o abandono das fazendas, tudo isso contribuiu para paralisar ainda mais a vida rural. Os latifúndios improdutivos foram vendidos pelos estancieiros a companhias colonizadoras ou a particulares.

Este último foi o caso de Selbach, cujas terras foram adquiridas em 1897, do Governo Federal, pelo Coronel Jacob Selbach Junior, este teve como procurador o Senhor Miguel Matte e como agremissor, o Senhor Leopoldo Sefrin. Desta maneira formou-se aqui o núcleo inicial de colonização em 1905.

Em pequenos lotes, no meio da floresta nativa que cobria toda a região, produziam: milho, feijão, trigo, fumo, mandioca e batatas.

Os compradores que se candidatavam a adquirir lotes do colonizador Coronel Jacob Selbach Junior, deviam preencher exigências, das quais duas eram sumamente importantes e mesmo imprescindíveis a princípio:

Ser agricultor (colono): deviam as famílias se comprometer, realmente, a iniciar o desmatamento do seu lote, e em pequenas roçadas, instalar uma agricultura rudimentar de subsistência.
Ser Católico: Como houve núcleos de colonização com discriminação religiosa, houve por bem o Coronel Selbach optar pela revenda de suas terras em lotes para colonização somente para os seus correligionários, uma vez que este era católico. Desta maneira assegurava ele, também, a instalação do núcleo social em suas glebas. Um local previamente determinado e demarcado já era destinado a servir de área para a construção da primeira capela e da primeira escola. A capela e a escola segurariam as convivências religiosas, culturais e tradicionais, conservando a população coesa.
Preferencialmente ser alemão. Na organização dos lotes ficou reservada uma área para a construção da primeira Igreja e da primeira Escola.

Em homenagem ao colonizador Coronel Jacob Selbach Junior, o nosso Município recebeu a denominação histórica e política de SELBACH. No transcurso de histórias de nossa Terra Natal já surgiram idéias referentes à mudança desta denominação histórica, mas a cada nova idéia prevaleceu à fidelidade às nossas origens. E Selbach, foi e continua sendo o nome de nosso querido Município.

 

EMANCIPAÇÃO

Até 1924, Selbach pertenceu ao Distrito de Boa Esperança hoje Município de Colorado, integrado o grande Município de Passo Fundo. Em 09 de agosto de 1924, houve a instalação da Sede Distrital como 9° Distrito de Passo Fundo, em 29 de Janeiro de 1931, a vila de Selbach passou a ser o 4° Distrito de Carazinho. Em 1954, Selbach passou a ser o 2° Distrito de Tapera. No dia 22 de Setembro de 1965, foi criado o Município de Selbach e em 13 de Maio de 1966 foi oficialmente instalado o Município e nomeado o seu primeiro administrador, o Senhor Benno Ely como interventor Federal.